domingo, 31 de maio de 2009

Até semana que vem

As crianças foram embora do parquinho. A noite se aproximava, lançando a escuridão que lhe clareava as idéias. Seu balanço já não balançava mais, estava quieto, olhando não sabe exatamente para onde. Resolveu não fumar, apesar de o melhor dos climas chuvosos de Londres assolar o dia. Na melhor das hipóteses, ficaria por ali até que amanhecesse novamente porque, afinal, amanheceria. Como não a via, tentava imaginá-la. Perdera a oportunidade que, apesar de não ser a última, era a certa. Flashbacks em sua cabeça sussuravam-lhe mostrando como ela dançava, como sorria, como olhava - apesar de não lembrar do que ele próprio fizera no dia anterior. Poderiam ter feito caminhada na praça pela manhã e ido à sorveteria pelo entardecer. Mas não, estava no maldito balanço e sabe-se lá onde estava ela.

Passados vinte minutos, amanheceu. Não, não era o sol, o poste acendera-se automaticamente. Irritou-se. Ainda sem saber onde ela estava, mas sabendo que queria estar lá, levantou-se, rumou ao ponto de ônibus, encontrava-se do outro lado da cidade. Por sorte, o ônibus dobrou a esquina justamente quando ele chegou ao ponto. Entrou, cumprimentou o trocador, sentou-se. Chegou em casa, esvaziou-se, esvaziou os bolsos - apesar de ainda estar com toneladas nos ombros. Deitou, tentou dormir, levantou-se, passou o café e ficou na janela do escritório esperando-a. Ela não viria; e ele esperaria até a próxima semana, quando enfim teria o derradeiro momento necessário.

3 comentários:

  1. Ótima frustração.
    Mas acho que aqui: "Perdera a oportunidade que, apesar de não ser a última, era a oportunidade certa." se você não repetir a palavra oportunidade fica melhor.
    O texto ficou ótimo, uma idéia muito boa!

    ResponderExcluir
  2. Tirando a observação do Daniel, com a qual concordo, o texto ficou muito bom. É realmente uma ótima frustração, muito bem descrita, parabéns.

    ResponderExcluir
  3. muito obrigado pelas observações e elogios! vou adotar a proposta do Daniel

    ResponderExcluir