quinta-feira, 7 de maio de 2009

D'aquém

Isso o transborda,
insuficientemente
o transborda de
entusiasmo, de
pleonasmo, de
marasmo.

Terrível,
tórrido avesso,
polegares ressequidos
perfilando-se sobre
calçados, e
sobre o que mais?
Calçadas?
Calçamentos e
- adventos de –
(ou)
intentos?

Que seja, coisa ou
algo (alguém) ou
objeto que lhe é caro.
Que seja, ou
que não,
a polidez é
nivosa, paz
fulgurosa,
tenebrosa,
assombrosa,
a luzidia glosa;
a nota da
invalidez, da
invalidação, e
daquilo (aquilo)
(isto) (aquele)
(este) (aquele)
(de alguém)
(porém) (porém)
(não lhe pertence)
(inabitável, inóspito).

E assim sai-se,
ou flui-se,
ou cai-se.
Tropeça-se,
contorce-se.

Nivosas solas de
calçamentos,
firmamentos,
frugais intentos,
(os poucos; de
resto, mais poucos).

Menor, diminuindo
e escalando
(menor)
(melhor – avesso).
Sutilmente mais
do que isso, mas
ainda bem escasso.

Fracasso.
Ele não.
Regaço
do que
não pode
haver, não
haverá,
regaço dos
milésimos
(as partículas)
(as traças ínfimas).

Sutilmente
impregnando,
estagnando,
incrustando,
muitos medos
perfilando.

Nulos,
nulos e
negativos,
negativistas,
negativados.
Aniquilentos,
aniquilosos,
(niquefeitos).

Duração estreita,
frieza que espreita,
(ato que não se deleita),
(voz desfeita)
(teia refeita).
Aquele (este),
ele (isto)
é sua seita.

Três, nove
(multiplicadores de
compartimentos)
- partilha de
compartimentos.
Esta é a seleta de:
um – estreiteza,
um – frieza,
um – ranhuras,
um – fissuras,
um – e o mecanismo de
(um) – não contar.

Rasuras comedidas,
mesuras, comidas.
Comidas alimentícias.
Comidas, comidas.
Um vírgula noventa
e três palmo de
comidas.

A ele (este/aquilo)
comidas são
subterfúgios
(jura que não refúgios).
(jura que não
naufrágios).
Sufrágios!
Sufrágios!
Sobre a caixa,
um pé longe,
uma unha anil,
uma unha senil.
- Ele elege um par,
- par de lentes
de fazer enxergar.
- “Retira-me, retira-me
de mim” –
que o transbordamento
de ele para si se
incha, rel-
incha.

Relincha que o
entusiasta que
seria, que este,
que este para!
Relincha-se verbalmente,
dura e penosamente,
- e nisso mente.

É visibilidade sobre
nitidez, criando
sensatez que sobrepuja
a sujeira da fala. Suja.

Enrijecimento do
cimento (aquele)
(este) cinzento,
petrificado logo
abaixo das bochechas.
Mandíbulas
d’água
d’aço
(dente).
D’ente,
D’entidades.
A mandíbula
das bochechas
derrama-se
em sorrisos
de funil,
que lhe espremem
as paciências,
as convivências
(suficiências)
(conveniências).
Polidez cortês,
polidez de
camponês.
Ultra.
Supra;
sub-
serviência
animosa,
d’ânimo.
D’agrado inerente
desagrado.
Nimboso membro
renegado,
membro da
seita (desta)
(daquela).
(d’aquele)
(de aquele – aquele).

Neve nimbosa,
vasta e prolixa,
contemplando seu
temperamento
subsistente.

Recaimento argêntico
sobre sedimentos
e condimentos de
temperamentos
sutilmente
abaláveis/modificáveis.
Suprimentos
desatentos,
(desalentos)
(insuficiência)
(ineficiência, coisa cara).
------ vocativo!
------ invocativo!

Intra.
Infra.
Condicional – e –
condicionado.
In-
condicionável.

Frequência
do hábito,
d’habitat,
d’habitação.
Frequenciado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário