quinta-feira, 6 de agosto de 2009

On Munch's "Love and Pain"




Lean on me your snow-white face

And my gloom shall brush away

The tender touch of your pale skin.


Spread on me your crimson hair

And my woe shall paint the room

With the blackness of my soul.


Breathe on me your silent breath

And I shall depict your love

In a still and quiet canvas.

3 comentários:

  1. Nossa, gostei muito! Belíssima imagem, parabéns!

    Um amigo meu comentou no meu facebook, talvez você queira ver, acho que concordo com ele em blackness e darkness:
    "I liked the contrasts (snow-white face, gloom; crimson hair, blackness). Did you write the poem first or were you inspired by the picture?

    Suggestions:

    I think darkness fits in better than blackness in line 3 in the second stanza.

    An alternative to the last two lines would be 'And my hands shall paint your love, on a white, silent plain of innocent.'"

    ResponderExcluir
  2. Que bom que você gostou Daniel. Quanto ao comentário do seu amigo, não é pertinente por alguns motivos:
    Darkness pra mim não serve, ele mesmo entendeu o contraste de cores que eu descrevi no poema então deveria também entender que enquanto "darkness" da uma idéia mais abstrata de obscureidade, "blackness" é um termo mais concreto que está relacionado à cor preta em si, o que me é mais útil considerando o poema como um todo.
    Quanto aos últimos versos dele, ele repete o "paint" que já está presente na segunda estrofe, e também não gostei do que ele escreveu. Além do mais não gosto do palpite de estranhos, ele que escreva o seu ao invés de reescrever o meu.

    ResponderExcluir
  3. hahaha.
    Bom, qualquer coisa, quebre o pau com ele no facebook.
    Mas parabéns, ficou muito boa mesmo!

    ResponderExcluir